Há quem diga que ter dinheiro no bolso é a coisa mais importante da vida. Outros dizem que, tendo saúde, do resto a gente corre atrás. Há, ainda, aqueles que pensam que o importante mesmo é “curtir a vida”. Mas, e você: qual é a sua maior necessidade? O psicólogo norte?americano Abraham Maslow (1908?1970) se tornou conhecido pela Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas, popularmente conhecida como a Pirâmide de Maslow. Segundo a sua teoria, a maior necessidade que o homem possui é o que ele chama de necessidades fisiológicas (respiração, comida, água, sono, etc). Certamente são coisas extremamente importantes para a sobrevivência. Mas será que esta é maior necessidade que temos? Definitivamente, não. Assim como toda a psicologia, Maslow não leva o que a Escritura diz em consideração. Seus fundamentos diferem dos fundamentos da Bíblia. Sua antropologia é totalmente contrária à antropologia bíblica. Seus meios e fins não são os mesmos da Palavra de Deus. O Senhor Jesus fala sobre qual deve ser a busca prioritária da nossa vida no seu famoso sermão da montanha: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6.33). Jesus está dizendo que buscar o governo de Deus e o relacionamento com Ele é a maior das prioridades da vida. Inclusive, é sobre as coisas mais básicas para a sobrevivência que Ele vem falando anteriormente (comida, bebida e vestimenta). Obviamente, a busca destas coisas é lícita. Não obstante, a ordem é para que busquemos prioritariamente o próprio Deus. Devemos nos juntar ao salmista e dizer: “Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água” (Sl 63.1). E isto porque a graça do Senhor é melhor do que a vida (cf. Sl 63.3). Portanto, por mais bonita e piedosa que pareça, a teoria de Maslow é uma vã sutileza. Busquemos, pois, o próprio Deus como a maior necessidade da vida. Cristo veio justamente para que isso fosse possível. Fomos reconciliados com Deus por meio de seu Filho. Temos livre acesso, e devemos buscar o Senhor de maneira incomparável e prioritária. A sua maior necessidade é de Deus! Sem. Luciano Vieira Ribeiro

Compartilhe usando: