> “A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso.” (Êx.33.14) O povo de Israel estava livre do cativeiro egípcio. Grandes coisas da parte de Deus eles haviam presenciado, grandes obras em favor deles. Mesmo ainda no Egito viram seus inimigos sofrerem com as dez pragas e o Senhor libertar seu povo como heróis de guerra sem precisar pegar em armas. Viu também o Senhor lhes mostrar o Seu grande poder os livrando completamente dos egípcios no Mar Vermelho. Entretanto, neste mesmo início de caminhada rumo à Canaã eles também caíram em pecado grave. Depois de um ato de idolatria, onde juntaram ouro o suficiente para se fazer uma imagem, Deus os quis destruir. Moisés então intercede pelo povo e, nesta intercessão, pede ao Senhor que lhes acompanhasse, fazendo-se presente na jornada que teriam pela frente. A resposta de Deus veio com a sublime promessa que Ele estaria com seu povo e lhes daria descanso. Porém o fato da presença divina ser com o Seu povo não significaria que este estaria isento de problemas no caminho, pelo contrário, as Escrituras mostram que houve muitas batalhas, angústias e também rebeliões, mas diante de tudo isso eles podiam ter a certeza de que Deus não lhes abandonaria. Eles desfrutariam da presença gloriosa do Senhor. A promessa envolvia o descanso do seu povo. Porém, quando Deus promete descanso não significa que eles não precisariam fazer nada. Descansar no Senhor não é sinônimo de vida espiritual improdutiva, inerte. Vê-se na história que o povo muito trabalhou no cuidado com o tabernáculo e no cumprimento das leis de Deus, e também muito guerreou contra as nações que tiveram que atravessar para chegar até a terra prometida. Mas então, que descanso é esse que temos em Deus? Descansar no Senhor para nós, seus filhos, é ter a certeza de que Deus está conosco e nada nos faltará em nossa jornada. É termos comunhão com Ele, conhecendo-o cada vez mais, e pela sua Palavra, termos a compreensão que Ele é a nossa alegria, Ele é a nossa paz e a nossa segurança. O pecado muitas vezes nos impede de enxergar que Deus está do nosso lado a tal ponto de esquecermos das ricas e preciosas promessas de Dele, e assim tentamos enfrentar nossos problemas e guerras sozinhos. Entretanto, quando lembramos da promessa de Deus feita ao Seu povo no deserto, quando lembramos das palavras de Cristo antes de Sua ascensão que estaria conosco até a consumação do século (Mt.28.20), quando lembramos da promessa cumprida da vinda do Consolador, podemos verdadeiramente descansar na fidelidade e no poder do nosso Deus. Temos lutas, problemas, momentos tristes, mas acima de tudo temos a certeza que o nosso Deus está conosco sempre a frente das nossas batalhas. Por isso, celebremos Aquele que nos mantém firmes em nossa caminhada rumo a Canaã celestial. Descanse no Senhor. Descanse em sua presença Rev. Robson Luiz Silva dos Reis

Compartilhe usando: